Heraldo Pereira se emociona ao vivo e te levará às lágrimas com desabafo sobre o racismo

Em edição histórica, o Em Pauta, transmitido pela GloboNews, contou apenas com a presença de jornalistas negros.

GloboNews/Em Pauta | Reprodução

A edição desta quarta-feira (3) do ‘Em Pauta’, transmitido pela GloboNews, foi histórico. A emissora de notícias escalou apenas jornalistas negros para o programa, após receber duras críticas por colocar profissionais brancos para debater a onda de protestos que acontece nos Estados Unidos reivindicando o fim do racismo.

Heraldo Pereira, apresentador da discussão, emocionou-se ao fazer um belo discurso contra o racismo e a divisão da população. “Não podemos nos dividir em relação à questão racial, porque não existem raças. Somos só um povo”, disse em um dos trechos. “A população não negra precisa ter um olhar em relação ao negro. Com trabalho, com estudo, nós vamos construir uma nação… me desculpem”, concluiu, com a voz visivelmente embargada e os olhos marejados.Publicidade

Além de Heraldo Pereira, estiveram no programa cinco das principais jornalistas do Grupo Globo: Maria Júlia Coutinho, Zileide Silva, Aline Midlej, Flávia Oliveira e Lilian Ribeiro. Zileide e Flávia, que a partir de agora se tornaram comentaristas fixas do Em Pauta. quebra silêncio e se manifesta após morte de George Floyd

É de João Cabral de Melo Neto, a frase “Mesmo sem querer fala em verso quem fala a partir da emoção” … É de um emocionado Heraldo Pereira um dos mais belos momentos do jornalismo brasileiro nos últimos anos ….

Vídeo incorporado

27Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de CarlosMelo

A cobertura dos atos antirracistas já vinha ocorrendo desde o fim do mês de maio. Ainda na edição de ontem, o jornalista Marcelo Cosme reconheceu, em nome da emissora, o erro cometido por conta da escalação de comentaristas brancos para tratar do assunto.Publicidade

Ele destaca que a Globo possui brilhantes profissionais negros, tanto na frente das câmeras quanto nos bastidores. Apesar disso, a presença ainda é baixa para o que se espera, reflexo do racismo enraizado na sociedade brasileira e que se reflete nas empresas privadas.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *